Borbulhando: Lost.

Os dias pareciam contados. Mas contados para quê? Afinal, eu não estava próxima de nenhum fim. Não que eu soubesse. Decidimos mudar. Não eu, não meu amor (qual amor?),  mas nós família. E para mudar, precisei encaixotar cada coisa minha e mexer nas caixas guardadas e escondidas, onde tentei enterrar (de certa forma) alguns assuntos….

Borbulhando: Recomeços.

Todos os anos, ao se aproximar essa época de Natal e festas, a minha vida acaba ficando muito mais corrida, porém também fico muito mais pensativa. Talvez seja simplesmente por causa do sentimento nostálgico de mais um ano se encerrando, ou até mesmo dos pensamentos de “como passou rápido esse ano!”. Talvez possa ser apenas…

Entre Aspas: Um novo desabafo, ou uma nova perspectiva.

Um leva e trás, um vento contínuo (que fosse talvez apenas dentro da minha mente). Uns meses difíceis de se resumir, de explicar, de fazer desaparecer. Talvez eu não devesse mais tentar fazer desaparecer. Foi por um instante, uma pessoa que surgiu em minha vida – e que além de ser de repente por aparecer,…