Sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo!

Olá pessoal! Dando continuidade à série de posts sobre cursos universitários (veja aqui sobre o curso de Design de Interiores), hoje a Alice, do blog Diários de Arquiteta vai nos contar um pouquinho sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo! Espero que gostem e deixem suas dicas para próximos posts nos comentários! 😉

Meu nome é Alice Tesch, escrevo no blog Diários de Arquiteta e fui convidada pela Luiza para fazer um post sobre o meu curso, que é Arquitetura e Urbanismo, onde atualmente me encontro no 4º período, ou seja, segundo ano de faculdade.

A função de um Arquiteto e Urbanista é ser apto a compreender e traduzir as necessidades dos indivíduos, grupos sociais, comunidades e sociedade em geral, com relação a concepção, organização e construção do espaço interior e exterior. Abrange o urbanismo, a edificação, o paisagismo, bem como a conservação e valorização do patrimônio construído, a proteção e o equilíbrio do ambiente natural e utilização racional dos recursos disponíveis, de acordo com a resolução do MEC de 2006. Projetar e organizar espaços internos e externos habitados pelo homem, segundo critérios de estética, conforto e funcionalidade. Leva em conta a disposição dos objetos, incidência de luz e ventilação. Fazer projetos e coordenar a construção ou a reforma de edifícios com a preocupação de criar espaços sustentáveis, com o objetivo de minimizar o impacto na natureza. Coordenar e supervisionar equipes de trabalho, realizar estudos de viabilidade técnico-econômica, executar e fiscalizar obras e serviços técnicos, efetuar vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres.

Um Arquiteto e Urbanista precisa ter criatividade, senso de organização e muito jogo de cintura para pensar em soluções rápidas para possíveis problemas.

lapisprancheta01

Arquiteto x Engenheiro

Arquiteto e Urbanista: A formação do Arquiteto é muito ampla e reúne não só matérias técnicas, como as mais conceituais. Versa tanto sobre resistência dos materiais, quanto sobre história e arte. O Arquiteto é, antes de tudo, um humanista. Quando começa um projeto, ele analisa primeiramente o terreno em que o projeto será implantado. Analisa se há vizinhos, se são muitos ou poucos, se os prédios em volta são altos ou baixos, se o que está em volta é uma cidade ou montanhas, se existem vistas bonitas para alguma direção, de qual lado o sol nasce e onde se põe em todas as estações do ano, como é o clima do local, se o terreno é plano ou inclinado, se fica na praia ou no campo. O trabalho do arquiteto é generalista é a este se juntarão os trabalhos de outros profissionais, em geral engenheiros especialistas, como calculistas, engenheiros de elétrica, hidráulica, ar condicionado, etc. Todos esses projetos devem ser coordenados pelo arquiteto, que possui visão global sobre o projeto.

Engenheiro Civil: O engenheiro civil precisa estudar as características dos materiais, a incidência do vento, do solo, destino ou ocupação e destino da construção. Baseado nesses dados e informações, o profissional cria e desenvolve todo o projeto, especificando e dimensionando as estruturas, assim como os materiais que serão utilizados no projeto. Realiza obras diversas como barragens, pontes, viadutos, estradas, etc. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais usados na construção.

Resumindo: a formação do Arquiteto inclui uma carga de aproximadamente 3.500 horas só para realização de projetos e cerca de 500 horas para o desenvolvimento de cálculos estruturais e de resistência dos materiais. O engenheiro civil tem em sua formação aproximadamente 4.000 horas de cálculos estruturais, resistência dos materiais, física, entre outras, e 160 horas (ou menos) para desenvolvimento de projetos arquitetônicos. Acho que isso explica tudo, não?

foto-11

Sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo:

O curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo possui a duração de 5 anos. Na faculdade onde estudo, possui diversas matérias como: história da arte, história da arquitetura (é essencial saber como as coisas eram feitas no passado, por mais que você não goste muito de história, se você gosta de arquitetura você vai acabar se apegando a essa matéria de alguma forma), representação e análise da forma, percepção estética e plástica, teorias críticas da arquitetura, conforto ambiental e eficiência energética (onde você aprende sobre sustentabilidade, aprende a fazer projetos de luminotécnica e acústica, temperatura e ventilação), ateliê de projeto em todos os períodos (no qual você aplica individualmente todos os seus conhecimentos para desenvolver o projeto que lhe é pedido, seja ele residência, escola, hospital, shopping, centro esportivo, etc., e apresenta para uma banca de professores que vão avaliar seu projeto e sua maquete física/digital), desenho de arquitetura (onde você começa a se familiarizar com a forma com que os arquitetos expressam uma parede, esquadrias, cotas, símbolos arquitetônicos em geral, etc.), AutoCad (todo mundo tem que saber AutoCad hoje em dia; é essencial para ingressar num estágio, por exemplo), modelagem digital, estrutura,  tecnologia da construção, interiores residenciais, detalhamento arquitetônico, sistemas estruturais, teoria e história tanto do paisagismo quanto do urbanismo, instalações prediais – hidráulicas e várias e várias outras.

Como vocês devem ter notado, o curso tem história, teorias, desenhos à mão livre, softwares de computador e até cálculo. Mas não se desesperem com o cálculo, por mais que eu esteja no quarto período ainda, o curso é de arquitetura e não de engenharia, certo? Você não vai precisar saber fazer a função do engenheiro calculista. Então, fique tranquilo! E todos os cálculos que eu precisei fazer até agora, pude usar a calculadora científica.

E se você também não sabe desenhar direito, também não precisa se desesperar! Os professores em sua maioria são prestativos e te ajudam no que você não tem muita facilidade. Claro que ter um pouco de noção de perspectiva e noção espacial ajuda bastante. Quando estava terminando o ensino médio, eu optei por fazer um curso de desenho para me auxiliar no ‘THE – Teste de Habilidade Específica’, no qual foi fundamental para que eu aprendesse a desenhar perspectivas, fazer uso de sombreamentos, etc., coisas que te ajudarão ao longo da faculdade e vida profissional também, tendo em vista que arquitetos fazem croquis durante a concepção e desenvolvimento do projeto.

Assim como a Luiza, estudante de design de interiores, nós que fazemos arquitetura também temos que realizar maquetes físicas. E para mim é a parte que é mais cansativa, pois muitas das vezes ela está associada ao projeto final de ateliê.  Depois de ter passado de 2 a 3 meses pensando e realizando suas pranchas do projeto final, você precisa fazer maquetes volumétricas para a pré-banca e depois detalhar (se o professor for bonzinho e você der sorte, as duas terão a mesma escala e você se poupará de fazer duas maquetes distintas!). Isso requer tempo, muito amor e paciência! Os professores não me ensinaram passo a passo de como fazer uma maquete, nem como deveria usar os materiais. Muitos materiais ainda nem conheço. A cada maquete e projeto que precisam ser feitos, são feitas várias pesquisas para tentar fazer algo que fique ótimo! São feitas várias tentativas, algumas bem sucedidas e outras não. Mas a cada erro, uma experiência e mais sabedoria! Aqui vão algumas fotos de algumas coisas que eu já realizei nesses 4 períodos na faculdade:

01 02 03

Área de Trabalho:

A área de trabalho de um Arquiteto e Urbanista é bastante ampla. Você pode trabalhar com arquitetura de interiores, comunicação visual (elaborando a identidade visual de empresas e criando marcas, embalagens), desenho industrial (criação de móveis, luminárias, utensílios domésticos e objetos produzidos em escala industrial), conforto (planejar acústica, temperatura, iluminação, ventilação de ambientes), edificações e construções (projeto, construção e acompanhamento de todo tipo de edifícios, casas e indústrias, incluindo o controle de materiais e custos), paisagismo e ambiente, luminotécnica e instalação elétrica (elabora projetos para iluminação de grandes e pequenos espaços), urbanismo (planejamento de cidades, incluindo ruas, parques e bairros e organização do plano diretor que irá orientar seu crescimento), pesquisa (desenvolvida principalmente em universidades), restauro de edifícios, projeto e decoração de eventos, cenografia (de filmes, novelas, teatros, shows e eventos), entre outros.

Dica de Leitura:

Os livros de arquitetura são em sua grande maioria bem caros. Porém, um dos livros que foi bastante citado em aulas de teoria da arquitetura, não é tão caro quanto a maioria e é o “Saber ver a arquitetura” do autor Bruno Zevi. Nesse livro o autor apresenta os principais aspectos que considera ser fundamentais para a compreensão e a análise da arquitetura, ressaltando a importância de se evidenciar o espaço, elemento-chave da composição arquitetônica, além de dissertar sobre a evolução histórica da mesma. Quem cursa arquitetura, não pode dispensar um livro chamado Neufert – A Arte de Projetar em Arquitetura, do autor Peter Neufert e da editora GG, que é considerado a bíblia da arquitetura. É um livro mais técnico que serve de consulta na hora de projetar. Recomendo também assinar revistas como Arquitetura e Construção, da Editora Abril, para ficar por dentro das novidades e materiais novos. Eu por exemplo, muito antes de começar a faculdade, já assinava essa revista e sempre gostei muito.

05 04

INSTAGRAM | FACEBOOK

Postado Por Luiza Mello

Advertisements

5 Comments Add yours

  1. Luiza, onde você cursa Arquitetura?

    1. bolhadasello says:

      Oie! Esse post foi de uma colaboradora do blog ❤
      Eu irei começar a fazer arquitetura nesse ano, na UNIP Campinas.
      E sou formada em Design de Interiores, também pela UNIP.

      Beijnhos!

      1. Que legal, eu começo Artes e Design mês que vêm, mas futuramente farei Arquitetura que sempre foi meu sonho.
        BeijoBeijo ♥

  2. Luuuiza, a gente tá estudando na mesma sala. Hoje quando eu te vi, e eu sabia que te conhecia de algum lugar hahaha ^_^

    1. bolhadasello says:

      oieee hahah ❤ ❤

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s