Big Fish: Uma lição e muita imaginação!

BigFish

Digo com toda a certeza que esse filme está na minha lista dos favoritos. E nem é porque eu sou completamente louca pelo diretor, Tim Burton. Quando eu resolvi assistir Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas (2003) realmente foi por volta dos meus 16 anos, eu que quase nem me emocionava em filmes, cai igual uma bobona em lágrimas já nas primeiras cenas. E eu pensei comigo o que faz desse filme ser tão especial? Vou contar agora pra vocês!

Sabe aquelas histórias maluquinhas que seus avós, seus pais, ou alguém de mais idade conta, e que você imagina tudo na sua cabeça e no fim conclui “cara, da onde ele tirou isso? “No way, não é verdade”. Sim, meu querido, pode ser verdade sim, um pouco exagerado talvez pelo calor gerado no momento da prosa, mas pode ser tudinho verdade. E esse filme fala exatamente sobre essas histórias. Edward Bloom é um senhor mais velho, que desde pequeno tem uma imaginação borbulhante, e conta suas histórias pra quem quiser ouvir. Gigantes, cidades de interior, um circo peculiar, um amor eterno e sua morte prevista em um olho de vidro de uma bruxa. Isso tudo são momentos da sua vida que ele compartilha com amigos, família e seu Filho Will, que nunca acreditou muito em nada do que seu pai falava, justamente por ele ser um pai ausente durante sua infância.O que mais me chama atenção no filme é que além dessa relação pai e filho, família, há também as aventuras e experiências que o personagem adquiriu durante sua vida. Edward está em fase terminal de um câncer e Will permanece ao lado de seu pai durante seus últimos dias de vida, e descobre que nem tudo que ele achou que fosse mentira era realmente. A cena que mais me emocionou e me fez chorar igual um bebê foi quando Sandra, esposa e a história mais linda de amor que Bloom conta, deita com ele na banheira, e os dois ficam lá abraçados (opa! Caiu um cisco aqui, perai…).

Com um elenco maravilhoso: Albert Finney, Ewan McGregor, a deslumbrante Jessica Lange, Alisson Lohman. Também os atores favoritos de Tim Burton : Deep Roy, Deni DeVito, Steve Buscemi, Helena Boham Carter, e trilha sonora de Danny Elfman. Sabe quem também está no filme, bem pequenininha? Miley Cyrus, fofíssima! Foi Indicado a Oscar (2004) por melhor Trilha Sonora, e a Quatro indicações ao Globo de Ouro, inclusive por Melhor Filme. Um filme ótimo para ver com a família, e pra limpar as córneas também

Divirtam-se!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s