Uma confusão, um caos, eu gosto disso.

E eu te encontro em cada detalhe, desde a forma mais estranha de uma nuvem até o meu jeito de falar. Desde a hora que eu entro no ônibus com meus fones de ouvido e ponho uma música pra tocar, até o jeito que eu rio descontroladamente quando lembro de uma piadinha infame.

Te vejo em tantas coisas que mal dá pra contar, num lugar novo, num por-do-sol ainda quente, numa rua deserta com vista pra cidade iluminada. Numa briga qualquer ou num sorrisinho timido, ou em uma cara de apaixonado. Te procuro até nos mais diversos versos, no meu momento de loucura e na minha sociopatia, tentando encontrar uma calma para os meus medos, porque eles desaparecem quando você está por perto.

Lutamos por coisas tão fúteis ultimamente, mas eu achei alguém que eu possa lutar sem me achar uma garotinha de primário, algo que eu vou olhar no futuro e dizer “hey garota, você estava certa todo tempo”. Eu lutei tanto pra que você ficasse, e você ficou.
Você tira todos os meus motivos ruins e me da todos os motivos pra continuar com o meu jeito engraçado de te olhar enquanto você finge dormir. Você me toca e eu vejo que tudo o que eu mais quis está ali, eu posso alcançar e fazer disso o mais bonito que já tive. E eu ainda me pergunto como não me apaixonei por você antes.

E se isso for verdadeiro, que continue por mil anos, dois mil, um milhão. Quando eu paro pra pensar, quando eu penso, depois de tantos desencontros, você estava ali esperando que eu te olhasse de canto e te beijasse timida, e te chamasse pra ficar um pouco mais na minha vida.

Eu te vejo até nos mais indevidos lugares, num espelho de teto, no medo de água, em um desejo repentino. Desde a hora que eu percebo que tenho algo em que acreditar, até quando me pego arrumada pra te encontrar, ainda sentindo todo o frio na barriga como no primeiro dia.

Eu te encontro em cada detalhe, desde a hora em que eu deito para dormir e sinto sua falta, até a hora que eu acordo com uma mensagem de bom dia. E eu te entrego o meu coração, desde o momento em que demos o primeiro beijo, até o meu “Para Sempre”.

Postado Por Kami Moraes

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s