Leitura: Para ler nas férias!

Oi gente! Meu nome é Ana Letícia e eu sou a nova colaboradora do Bolha das Ello. Vou falar sobre um assunto que gosto muito – os livros. Desde sempre sou adepta e apaixonada pela leitura, e quero dividir um pouco desse amor com vocês! 

Pra começar, já que as férias estão logo aí, fiz uma listinha com ótimos livros para serem lidos nas férias. São leituras leves, fluidas, e que muitas vezes terminei em menos de dois dias! Vamos conferir?! 

DSC_0164 DSC_0165 DSC_0166

  •  Extraordinário – R. J. Palacio

Em Extraordinário, conhecemos Auggie, um garotinho muito inteligente e sensível, que nasceu com uma deformidade genética em seu rosto. Por conta disso, e com medo dos comentários maldosos que outras crianças poderiam fazer, a mãe dele acabou educando-o em casa… até agora. Auggie irá começar o quinto ano em uma escola particular, e seus medos e aflições são maiores do que a ansiedade pela descoberta do novo.

Esse livro foi um dos mais fofos e sensíveis que li nos últimos anos! É narrado pela perspectiva de Auggie e também de seus familiares. Além disso, vários preceitos são apresentados durante o livro – são como frases motivacionais ou reflexivas que um dos professores do garoto escolhe para cada início de mês. 

DSC_0144 DSC_0145

  •  A coleção de livros do John Green

No mês de lançamento da adaptação cinematográfica de A Culpa é Das Estrelas, nada melhor do que conhecer a obra do novo autor queridinho pelo público, né?

 Além da história de amor de Hazel Grace e Augustus Waters, Green tem mais 5 livros publicados. O primeiro romance do autor foi Quem é você, Alasca? e particularmente, é o meu favorito! Conta a história de Miles, colecionador de últimas-palavras, que vai estudar em um colégio interno em busca do seu Grande Talvez e conhece Alasca Young, por quem se apaixona instantaneamente. Pode parecer só mais um romance adolescente, mas o livro tem tantas surpresas e assuntos profundos tratados que é impossível desgrudar.

Cidades de Papel foi o último a chegar no Brasil, e será a próxima adaptação cinematográfica do autor! Margo e Quentin são amigos desde criança, mas perderam o contato há alguns anos. Em uma noite, a garota aparece misteriosamente na casa de Q propondo a ele um plano de vingança a todos aqueles que a magoaram. Os dois saem então madrugada a dentro cumprindo o plano à risca. Porém, na manhã seguinte, Margo desaparece sem deixar rastros, e é missão de Quentin encontrar a garota.

A narrativa de John Green foi o que mais me cativou. Convenhamos – A Culpa é das Estrelas poderia ter sido escrito por qualquer outra pessoa no mundo, mas nunca da forma como John o fez. Gosto bastante dos livros dele e sempre que pego um deles para reler, termino em menos de 24 horas. Vale a pena!

 Os livros do autor:

  • A Culpa é das Estrelas;
  • Cidades de Papel;
  • Quem é Você, Alasca?;
  • O Teorema Katherine;
  • Will & Will (em parceria com o autor David Levithan);
  • Deixe a Neve Cair (em parceria com as autoras Lauren Myracle e Maureen Johnson) 

DSC_0155

  • Scott Pilgrim Contra o Mundo – Bryan Lee O’ Malley

Scott Pilgrim não é exatamente um livro – são 3 volumes de quadrinhos, que viraram adaptação cinematográfica com Michael Cera no papel principal. 

Nunca tinha lido nada em quadrinhos, mas quando me aventurei em Scott gostei bastante!

O HQ conta a saga de Scott, que tinha uma vidinha muito sem sal até se apaixonar por Ramona Flowers. Junto “no pacote” vieram 7 ex-namorados do mal, e para poderem ficar juntos, Scott tem que enfrentar e derrotar todos eles.

É impossível não sei apaixonar por Ramona junto com ele. A moça é cheia dos mistérios, muda a cor do seu cabelo toda hora (isso não será tão marcante nos quadrinhos brasileiros, pois são em preto e branco, mas na versão americana ou no filme, é um show a parte).

Como a escrita é diferente da de um livro, a leitura é bem mais rápida e divertida. Você nem percebe o tempo passando.

 DSC_0158 DSC_0161 DSC_0163

  • Destrua Esse Diário – Keri Smith

Destrua esse diário não é um livro.

Mas o que ele está fazendo aqui então? Simples: é uma das coisas mais divertidas pra se fazer nas férias. A proposta é você realmente destruir, detonar e acabar com ele. Sem dó nem piedade! Cada página dará instruções de como isso deve ser feito (estoure a lombada do livro, arraste o livro pela rua por um barbante, etc). 

Se você, assim como eu, tem o maior apego do mundo aos seus livros, a tarefa pode ser um pouco mais difícil. É por isso que soltar a criatividade é o mais importante! Se der aquela dorzinha no coração, invente outra coisa! Pesquisando a tag #wreckthisjournal ou #destruaessediario no tumblr, há uma infinidade de ideias bacanas para substituírem as tarefas mais destrutivas.

Eu comprei o meu já faz um tempo, mas com faculdade + trabalho ficava difícil me dedicar a ele. Nada melhor do que as férias, né?!

 Espero que tenham gostado das dicas e aproveitem essas férias para ler tudo aquilo que tiverem vontade!

DSC_0143

Nas próximas semanas, além de dicas, estarei postando resenhas. Então não deixem de comentar qual livro vocês gostariam de ver resenhado aqui no blog 🙂

Além disso, lá no meu blog, o Poesia Destilada já tem um montão de resenhas, inclusive de alguns dos livros citados.

 Boas leituras e boas férias!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s