Entre Aspas: Branca de Neve, a verdade por trás da magia!

branca

O que vocês já leram sobre a Clássica história Branca de Neve? Algo como um conto de fadas com um lindo final feliz? Ou algo com um príncipe encantador, uma princesa em apuros, um cavalo branco e um casamento? Sim, em todas as versões, dizem que Branca de Neve era a mais bonita, bondosa e dona de uma graça especial. Pois bem, nem tudo isso era verdade, pelo contrario, Branca de Neve era um lobo na pele de um doce carneirinho.

Branca era filha unica do Rei e da Rainha em uma pequena cidade ao norte da Escócia, seus pais a amavam muito, sempre faziam seus caprichos por mais impossíveis que eles fossem, mas parece que a pequena nunca deu valor à tudo isso. Depois que sua mãe acabou falecendo de uma doença incurável na época, a garota tornou-se desprezível, fazia coisas absurdas, transformava a vida de seu pai em um doce e encantado  inferno. Naquele grande castelo, o tempo passava tão depressa que logo o Rei veio a falecer de uma maneira muito estranha e inesperada que ninguém acreditava. Nenhum dos seus criados souberam dar explicações do que viram ou ouviram naquela noite de tempestade. Branca de Neve havia sumido quando seu pai foi encontrado perto das roseiras, com uma adaga enfiada no peito. A garota só apareceu depois, trancada em seu quarto, sem ao menos ver seu pai depois da morte trágica. Com toda a confusão da morte dos seus pais, Branca de neve que era a única herdeira de toda a fortuna, ficou aos cuidados de alguns criados de confiança do castelo. Cada hora que passava, Branca de Neve ficava pior do que já era. Fazia traquinagens, destruía todas as flores do jardim, incomodava alguns moradores ao redor do castelo, sempre tentando chamar atenção. O ódio cresceu dentro da pequena garota que agora já não era tão encantadora assim, a inveja a consumia e sua vontade de sempre querer mais tinha desabrochado, como as flores que ela destruía.

Perto do Castelo, dentro da floresta, havia uma grande casa e nela morava uma jovem muito bonita, gentil e que adorava os animais. Seu nome era Eliza, todos no povoado diziam que ela era feiticeira ou algo do tipo, ninguém sabia ao certo, mas sabiam que ela era uma garota bondosa. No porão de sua casa havia um enorme espelho mágico que adivinhava o futuro ou qualquer coisa que lhe perguntassem, era como um mago dentro de um espelho.

Branca de Neve costumava a caminhar aos redores do castelo, e perto da casa de Eliza, onde praticava suas maldades e se consultava com o espelho falante. O que Branca sempre perguntava era sobre quem seria a moça mais bela do reino, o espelho dizia sempre a mesma coisa, o que a deixava irritada todas as vezes, Eliza era a garota mais bonita, a mais especial e boa. Então, com sua mente perversa, Branca decidiu se vingar, pois se ela não fosse a mais bela, ninguém mais seria.

Na floresta ainda moravam sete anões, que viviam em uma casa pequenina mas confortável. Todos eles nunca gostaram de Branca, pois achavam que a garota causava muitos problemas e nada tirava da cabeça que quem matou o Rei fora a própria garota, que iria herdar todo o castelo e muitas outras coisas valiosas. Eliza era cobiçada por todos os príncipes do reino, principalmente o mais bonito, Martin . Com seu charme, seu cavalo branco e cabelos loiros, conquistava qualquer moça que lhe fosse apresentada. Mas ele queria Eliza, eles se encontravam na cachoeira da floresta todos dias de manhã e passavam a tarde juntos. Ninguém sabia, mas uma outra garota não tão especial também era apaixonada por Martin…Branca de Neve. E em um dia que Eliza e Martin se encontraram, Branca também estava lá espionando como de costume. Martin pediu a mão de Eliza em casamento e ela aceitou. Branca de Neve teve mais um motivo para realmente se vingar da garota, e ela faria de tudo para o pior acontecer.

Era um dia nublado, as nuvens encobriam o sol que tentava brilhar e o frio continuava a castigar toda a cidade. Branca de Neve foi até uma das macieiras que ficava atrás do castelo. Muito cuidadosa, pegou algumas das mais bonitas e saborosas maçãs, colocou em uma cesta e a levou para o seu quarto. Com uma pequena agulha, injetou veneno em todas as maçãs que estavam na cesta. Ao escutar alguém batendo em sua porta, Eliza que estava acabando de se arrumar para se encontrar com Martin, abriu inocentemente a porta e em seus pés estava uma linda cesta de maçãs vermelhas. Eliza olhou para fora, mas não encontrou ninguém por ali, pegou a cesta, segurou uma maçã e pensou “Ora, que há de errado com uma simples maçã”, deu a primeira mordida.

Seu corpo estava ficando dormente, seu coração acelerado e suas pernas tremulas, Eliza caiu em frente da sua casa, morta. Logo em seguida, os anões que voltavam do trabalho, viram a garota desmaiada em frente a porta e rápido foram socorrê-la, mas já não adiantava. Eliza ficou lá entre os homenzinhos, “Que ela vá em paz”, disseram eles. Branca de Neve assistiu tudo aos risos, foi até o porão e o espelho acabou dizendo que ela era a mais bonita do reino. Comemorando, a garota voltava para o castelo, sonhando com Martin pedindo-a em casamento, quando encontrou uma maçã pelo caminho… “E para comemorar, uma maçã!”, pegou-a e deu uma mordida em um dos lados. Branca de Neve, sentiu seu corpo congelar, seus pulmões sem ar, seu coração parando lentamente. Caiu ao chão, no meio da floresta, sem ninguém para ajudá-la, sozinha estava.

Branca, ao sair correndo com a cesta em suas mãos, se esqueceu que deixou uma maçã cair no chão, que também estava envenenada. Ela morreu com seu próprio veneno, com o ódio que invadiu seu coração. E é assim que a história termina, sem um lindo e comovente final feliz.

Postado Por Kami Moraes

 

Advertisements

One Comment Add yours

  1. Isabel Lima says:

    Já tinha visto outas versões, essa ainda não. Menina má rsrsrs 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s