Entre Aspas: Um novo desabafo, ou uma nova perspectiva.

NotNati
Let’s feel happy!

Um leva e trás, um vento contínuo (que fosse talvez apenas dentro da minha mente). Uns meses difíceis de se resumir, de explicar, de fazer desaparecer. Talvez eu não devesse mais tentar fazer desaparecer. Foi por um instante, uma pessoa que surgiu em minha vida – e que além de ser de repente por aparecer, foi de repente em ficar tão próximo e amigo – me “libertou” de alguns pesos. A vida é uma sequência de acontecimentos, ações e decisões, mas nem sempre a gente precisa se fixar nisso; Dar uma quebrada no gelo, nos rótulos e nas rotinas, faz bem.

Estou viveciando uma semana de mudanças e não digo somente à meu respeito. Estar sem inspiração não é meu “novo motivo” para deixar de escrever, porque eu definitivamente não estou sem inspirações, apenas tenho ficado com medo. Mas quer saber? Chega de medo, eu preciso enfrentar certas coisas. A vida nem sempre pode nos dar segundas chances e nem devolver coisas que perdemos… Ou a gente faz por merecer de novo – mas recomeçando, do perfeito e magnífico zero -, ou a gente procura algo novo. Eu não quero mais ter que me esconder e desaparecer do horizonte, esconder sentimentos, esconder momentos, amigos, pessoas friendzoned by me, familiares, dentre outros. Eu mereço ser feliz e não adianta ficar sentada esperando os sorrisos chegarem até mim. Eu luto por aquilo que quero, e dessa vez vou lutar com toda minha força, vontade e sentimentos. 

As agitações foram pessoas voltando para a minha vida (não tenho como negar que fiquei feliz em ter minha “irmã” de volta), pessoas novas entrando em minha vida (Matheus me ajudando em decisões e sorrisos importantes), outros que desde sempre estiveram presentes e que têm me dado certa atenção que me deixou mais feliz, alguns problemas (nem tudo é um arco-íris e belo) que tenho para resolver, e óbvio, minha própria motivação de volta. 

Bye tears and sad songs, hello lovely smiles! Aprendi que temos que desviar das pessoas que nos fazem mal – não esquecer, não apagar, apenas desviar e ignorar o que elas fazem para nos deixar mal -, e manter pessoas que nos fazem bem – e cultivá-las -. A gente definitivamente não pode controlar tudo o que acontece, mas a gente pode controlar uma coisa: como a gente vai se sentir em relação à tudo e nossas reações. O “pior” de tudo: eu me dei conta disso assistindo um seriado hahaha. Meu desabafo fica por aqui… hoje.

Ps: uma vez me disseram que escrever esses textinhos era coisa de idiota. Bom, eu amo ser idiota então! E não vão tirar isso de mim, porque me faz feliz! 🙂

Beijinhos,
Nati Menezello

Advertisements

2 Comments Add yours

  1. Todo mundo passa por momentos assim!! Meu lema? “let it be”!!

    1. bolhadasello says:

      Hehe obrigada por dividir o lema comigo, Gabriele! Eu acho que já tinha aprendido isso antes, mas com o tempo, me deixei esquecer, sabe? Com certeza estou pronta para retomar esse “Let it be” também! 🙂 E quer saber? Tô me sentindo ótima com isso.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s